RECEBA NOSSAS NOVIDADES! CADASTRE-SE

COMPORTAMENTO

BURNOUT MAS O QUE É ISSO?

Por: Por Scher Soares schersoares.com.br INDIQUEIMPRIMIR

BURNOUT MAS O QUE É ISSO?

BURNOUT MAS O QUE É ISSO?

O nome Síndrome de Burnout é como o próprio nome diz, queimou, fritou, exauriu, deu pau, não aguentou.
Algo como seu “fusível” está queimado.
    Síndrome de Burnout não é uma doença, é uma reação do organismo a um stress prolongado, principalmente profissional.
    Quase sempre esse estado de Burnout vem de uma vida profissional desgastante, sobrecarregada, com pouco tempo livre, com muitos deveres e poucos prazeres. Por que quase sempre? Porque também há o fato da falta de metodologia para a vida. Aquilo que eu chamo de “saber viver”. Ou como costumo dizer nas minhas palestras e meu dia a dia, o tal do #workhard #playhard
    Ou seja; tal qual em uma academia, se você não estiver melhor preparado, condicionado e fazendo da maneira certa, a tendência é que você esteja muito mais suscetível ao Burnout.
Importante lembrar que: Trabalhar muito não quer dizer necessariamente trabalhar bem.
    Além disso, sabemos há muito tempo que esforço por si só, não é resultado, e muitas pessoas podem estar acometidas da Síndrome de Burnout também pelo fato de estarem consumindo muito mais energia e recursos vitais para fazerem as coisas, do que pelo fato de não saberem como fazê-las de outro jeito.
    Outra questão importante e que merece extrema atenção, é em relação a como a síndrome pode ser auto induzida através de padrões comportamentais específicos que usamos contra nós mesmos (auto sabotagem), de maneira muitas vezes inconsciente. Um exemplo clássico é a forma como lidamos com os nossos pensamentos invasores repetitivos e os diálogos interiores que travamos com nós mesmos, o que pode muitas vezes nos deixar envolvidos em um eterno jogo psicológico onde vamos aos poucos e comumente, sorrateiramente, fragilizando nós mesmos através de auto acusações, excesso de comparações com outras pessoas de maneira injustificada, construção de pensamentos devastadores, vitimismo exacerbado, hiper concentração no lado vazio do copo, entre outros!!

    Sinais da Síndrome de Burnout:
    • Redução do rendimento, muitos erros, distrações e faltas constantes na escola/trabalho.
    • Insatisfação exacerbada, muita irritabilidade, explosões de humor, reclamações, mal humor exagerado.
• Indecisões, julgamentos errados em várias situações, atrasos nas tarefas e perda de prazos importantes, dificuldade na organização
• Sono muito agitado, pesadelos, picos de insônia
• Problemas de memória e dificuldade na concentração
• Sobrecarga com ações comuns
• Mal-uso dos finais de semana – não utiliza o mesmo para relaxar
• Muito tempo dedicado ao trabalho e pouco tempo para tarefas prazerosas
• Diminuição no entusiasmo e no prazer das coisas

    Sintomas da Síndrome de Burnout

• Depressão.
• Muito cansaço
• Ganho/perda de peso, má digestão, prisão de ventre e diarreia, gases, gastrites, úlceras.
• Diminuição de Libido, Impotência Sexual
• Baixa resistência, infecções, gripes e outras viroses, por exemplo Herpes.
• Pressão Arterial alta, Colesterol alto, Arteriosclerose, Acidente Vascular Cerebral (AVC ou “Derrame”), Infarto, etc.
• Dores de cabeça, dores musculares, dores “de coluna”, Fibromialgia.
• Bruxismo (ranger dentes durante o sono).
• Restless legs (pernas intranquilas, principalmente na cama durante a noite).
• Acne, pele envelhecida, rugas, olheiras, seborreia, queda de cabelos, unhas fracas.
• Diabetes.
• Tentativa de relaxar com álcool, nicotina, drogas e excesso de comida, causando outras complicações no organismo
• Doenças psicossomáticas.
• Ataques de ansiedade.
• Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG).
• Ataques de Pânico (taquicardia, sudorese, falta de ar, tremor, fraqueza nas pernas, ondas de frio ou de calor, tontura, sensação de que o ambiente está estranho, que a pessoa “não está lá” (isso se chama desrealização), de que vai desmaiar, de que vai ter um infarto, de uma pressão na cabeça, de que vai “ficar louco”, de que vai engasgar com alimentos, assim como crises noturnas de acordar sobressaltado com o coração disparando e com sudorese intensa).

    O que fazer na Síndrome de Burnout?

• Diagnosticar a causa principal. Por que você está perdendo energia?
• Ressignificar crenças que podem estar fazendo você dar um significado ruim para questões que fazem parte do dia a dia de uma vida adulta
• Mudar hábitos: tirar o foco dos telejornais sensacionalistas, evitar o excesso de navegação em redes sociais antes de dormir, fugir daquelas rodas de conversas com vitimistas, negativistas e profetas do caos
• Adotar rituais matinais de expansão
• Adotar rituais ao acordar e dormir
• Criar um mantra positivo
• Montar uma biblioteca com leituras positivas
• Procurar ajuda profissional

Comentários

2010-2013 Revista NINE - Todos os direitos reservados.

contato@revistanine.com.br
desenvolvido por Natus Tecnologia