RECEBA NOSSAS NOVIDADES! CADASTRE-SE

COMPORTAMENTO

Fabio Arruda

Por: Fabio ArrudaINDIQUEIMPRIMIR

Fabio Arruda

Agradeço o convite e quero, juntamente com vocês leitores, propor um brinde, desejando sucesso duradouro para esta revista. Estarei sempre aqui, abordando temas que irão mostrar que Etiqueta, Comportamento e Estilo são assuntos sérios e, ao contrário do que possa parecer, fáceis de assimilar, pois tudo que é mencionado segue uma coerência. As regras não existem para complicar, mas apenas para tornar mais produtivo o relacionamento entre as pessoas.


Vamos às regras básicas para este e qualquer outro evento: ao receber o convite, fique atento ao dia, horário e local da festa; caso estejam presentes aquelas quatro famosas letrinhas R.S.V.P. - “Répondez s’il vous plaît” (uma sigla em francês que pede a confirmação de sua presença), não deixe de fazê-lo. Caso não possa ir, avise da mesma forma, pois esta é uma maneira dos anfitriões estimarem o número de pessoas que estarão presentes.
Caso não tenha nenhuma citação explícita do número de pessoas incluídas neste convite, lembre-se: você e um acompanhante, nada mais. Eu não acredito muito em convites individuais; e assim como eu, hoje os grandes “promoters” do País enviam convites que sempre valem, como eu disse, para você e mais uma pessoa.
Se o convite especificar traje, procure manter-se dentro dele. Querer chamar atenção por originalidade e extravagância costuma, na maioria das vezes, ser um mergulho de cabeça no ridículo: evite!
Eventos para um número maior de convidados permitem um atraso de até 45 minutos em relação ao horário impresso no convite. Em festas ou eventos menores, seja tão pontual como numa reunião com britânicos.
A lista de convidados foi elaborada seguindo uma linha de raciocínio. Portanto, os proprietários ou os organizadores do evento escolheram VOCÊ por o considerarem importante e indispensável para estar presente nesta celebração. Caso não os conheça pessoalmente, procure informar-se e os cumprimente durante o evento. Um elogio sincero (e breve, pois trata-se de um evento grande e os anfitriões precisam dividir a atenção entre todos os convidados), assim como votos de sucesso, são sempre benvindos.
Circule pela festa, e procure conhecer pessoas novas. A troca de idéias é uma das melhores situações nos encontros sociais. Agora, saiba conversar de forma a não impor seus conceitos ou valores. Procure equilibrar a proporção entre ouvir e falar. Em caso de dúvida, ouça mais do que fale. Respeitar diferentes opiniões é um passo fundamental para ser alguém agradável e, mais que isso, indispensável para próximos acontecimentos sociais.
Sirva-se do que for oferecido para comer de maneira satisfatória. Mas “tirar a barriga da miséria” é imperdoável! Não se pode esquecer o pior: bêbado de festa. Ninguém quer por perto, e tenha certeza - jamais será convidado novamente.
Eu não sou fumante, mas o respeito, e afirmo que eventos sociais não podem e nem devem servir de palanque para campanha pró ou contra qualquer assunto ou preferência. Mas tenha em mente que o seu prazer não pode e não deve causar desconforto ao próximo. O bom senso vale ouro em pó!
Não queira ser o último a deixar um evento. Portanto, chegue dentro do horário sugerido, desfrute ao máximo estes momentos agradáveis, mas perceba que o fim da festa cabe aos anfitriões e pessoas contratadas para garantir o seu sucesso. A finalização de um evento exige um trabalho operacional muito sério e minucioso. Nada mais abominável do que o eterno “último a sair”, o verdadeiro pesadelo dos organizadores de eventos.
O mais importante é não esquecer em casa de duas coisas fundamentais para o sucesso da sua e da noite de todos: sorriso franco e sincero nos lábios, e disposição com bom humor para aproveitar o melhor da festa.
Agora também quero me divertir.
“Cheers!”, e até à próxima!

Comentários

2010-2013 Revista NINE - Todos os direitos reservados.

contato@revistanine.com.br
desenvolvido por Natus Tecnologia