RECEBA NOSSAS NOVIDADES! CADASTRE-SE

TRAVELLING

Lage de Santos

Por: Marcello SanzzoneINDIQUEIMPRIMIR

Lage de Santos

Lage de Santos

Lage de Santos

Como um bom santista, hoje vou puxar a sardinha para meu lado, vou falar de um lugar muito especial a poucas milhas de Santos.Isso mesmo, uma grande pedra a 18 milhas de Santos, litoral paulista, chamada de Lage de Santos. Pode parecer mentira, mas a água é azul turquesa, parece que estamos no Caribe, o mar nem sempre está calmo, mas vale a pena o sacrifício da viagem.
No meu aniversário, ano passado,o tempo estava ruim e todas as operadoras de mergulho que fazem esse trajeto cancelaram suas saídas, que sorte! Mas o sábado amanheceu com um dia lindo, o mar parecia uma piscina, como achei que não estaria assim tão calminho, optei por uma lanchinha um pouco menor e bem mais rápida, assim a Taty, uma amiga, não enjoaria.
Chegando lá percebemos que estávamos sozinhos na ilha. Depois de tudo pronto, pulamos na água, minha velha amiga ilha tinha reservado um fim de semana especial, tenho mais de 350 mergulhos.
A água estava quente, mergulhei sem neoprene, só de bermuda, a visibilidade estava fantástica, da superfície podíamos ver o fundo e um cardume de xaréus nos acompanhou o mergulho todo, avistamos raias e, para nossa surpresa, o Daniel que seguia frente do grupo com o Bruno achou um monstro. Voltaram correndo para junto de nós, assustados, querendo nos levar até para ver um mero de uns 150 quilos. Ele veio nadando para perto e pelo sim pelo não, achamos melhor nos afastar, ele nos acompanhou o resto do mergulho nadando bem perto da Xereia, deviam ser amigos de quando ela morava embaixo d’água, ou era o antigo namorado, não sei, até porque enquanto todos estavam com medo e tentavam se afastar, ela chegava cada vez mais perto.
Terminamos o mergulho no naufrágio que existe lá, um navio pesqueiro que hoje está bem destruído, mas ainda guarda seu charme e mistério, quando esse navio foi afundado propositadamente para se tornar um recife artificial. Agora vou contar uma coisa bem engraçada. Quando terminamos de nos equipar, descobrimos que o Bruno não tinha trazido nem as nadadeiras nem a máscara da Taty.Resolvi que ela ia mergulhar pendurada em mim – hahahahaha - foi muito engraçado.O mergulho todo, ela foi agarrada no meu cilindro e no meu braço, respirando em um dos meus 4 reguladores, sem nadadeira e com uma máscara reserva que eu tenho, mas que não foi feita para narizes maiores que o normal, então ela tinha que tirar a água de dentro da máscara toda hora, quando resolvemos voltar a superfície, esqueci desse detalhe e subi um pouco afastado do nosso barco, aí ainda tive que rebocar a “mala” até o barco, foi bem engraçado esse mergulho.
Na volta, direcionei a proa do barco para praia de Pernambuco onde ficamos um pouco para as meninas tomarem sol e umas cervejas, depois fomos para o canal de Bertioga e almoçamos no Dalmo, restaurante que fica na Estrada Guarujá-Bertioga. Continuando, um pôr do sol inesquecível com a Xereia pilotando o barco junto comigo. Acabou o melhor aniversário que eu tive.
 

Comentários

2010-2013 Revista NINE - Todos os direitos reservados.

contato@revistanine.com.br
desenvolvido por Natus Tecnologia