RECEBA NOSSAS NOVIDADES! CADASTRE-SE

COMPORTAMENTO

Neymar, melhor do mundo?

Por: Silvia VinhasINDIQUEIMPRIMIR

Neymar, melhor do mundo?

Quando Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, presidente do Santos, conseguiu um plano de carreira para Neymar permanecer no Santos e no Brasil, confesso que não acreditei. No mundo da bola, o caminho natural das coisas é o garoto despontar no Brasil e rapidamente ir jogar lá fora, por alguns milhões. Os olheiros de plantão fizeram disso a maior exportação de negócio do mundo. Pensei: será que Neymar vai resistir a tantos milhões? E o milagre aconteceu. Acho que a política do futebol mudou com a volta de Ronaldo ao Brasil. Quando o Fenômeno foi repatriado pelo Corinthians, abriu-se aí um maravilhoso precedente: é possível jogar no país e ainda ganhar dinheiro. Mas ser indicado a melhor jogador do mundo jogando aqui, nem pensar. Para ser lembrado e observado pelo planeta, Neymar teria que estar jogando em um clube do exterior e poder competir, de igual pra igual, com os maiores craques do mundo. Desde o início da carreira, o jeito moleque e genial do atacante santista lembrou Lionel Messi… Agora já está sendo avaliado no mesmo patamar que o ídolo argentino, atacante do Barcelona.
Quando Dunga não convocou Neymar para o mundial da África do Sul por ser muito jovem perguntei: e craque tem idade? Craque amadurece? Quem tem talento, fica mais talentoso conforme o tempo passa? Sim, aprende-se a técnica, estratégias, mas o talento nasce e pertence a alguns escolhidos por Deus. A jovialidade e o temperamento um pouco desequilibrado no início da carreira deram lugar a um jogador maduro até, para apenas 19 anos, pai, e consciente do que representa estar entre os melhores jogadores do mundo com tão pouca idade. A base maior de Neymar está em sua família, nos olhares atentos do pai, do norte que todos precisamos ter quando a vida surpreende de forma avassaladora. O plano de carreira deu certo, Neymar virou ídolo nacional e agora pode estar entre os três melhores do mundo na eleição do final do ano. Fácil, fácil… e ainda com a faixa de Campeão com o Santos. É muito para um garoto de apenas 19 anos? Não... É só o começo.
 

Comentários

2010-2013 Revista NINE - Todos os direitos reservados.

contato@revistanine.com.br
desenvolvido por Natus Tecnologia