RECEBA NOSSAS NOVIDADES! CADASTRE-SE

CONVIDADO

CONVIDADO DO MÊS

Por: Marcelo SanzzoneINDIQUEIMPRIMIR

CONVIDADO DO MÊS

CONVIDADO DO MÊS

CONVIDADO DO MÊS

Mês passado, fui a um casamento no mínimo diferente, um casal de amigos de Santos, Graciella e Caetano, resolveram casar em Las Vegas.
Contrário da maioria, o motivo foi o simples fato de celebrar o amor junto com os amigos em uma grande festa.
E, meu amigo, neste caso, Vegas é o lugar certo!

LAS VEGAS, 1º DIA
Quando cheguei ao aeroporto, eles já estavam saindo para a despedida de solteiro. O combinado era meninos para um lado e as meninas para outro e o velho e mais famoso ditado de Vegas “O que acontece em Vegas, fica em Vegas “ se fez presente.
Eu perdi a primeira festa. Tudo bem, eu estava namorando mesmo... Quando cheguei ao hotel Luxo encontrei os meninos, eles estavam na recepção e eu fazendo o check-in. Nem preciso falar que estavam completamente bêbados!
De repente chegam às meninas, quer dizer, uma parte. Nunca vi pessoas ficarem sóbrias tão rápidas, o Felipe e o Caetano ficaram ótimos.
Do outro lado do hall vinham a Graciella, a Andressa e a Juliana, que estavam bem atrapalhadas! E a minha namorada? Sabe Deus! Chegou 1 hora depois, não conseguia nem andar direito, falava comigo no telefone perdida no hotel. Cansei e pedi para ela parar de andar...
Foi assim o começo do casamento.

ECONOMIA
Tenho certeza que o Brasil inteiro não recebe a quantidade de turistas que Vegas recebe, passam por lá 45 milhões de turistas por ano, a cidade é um oásis no meio de um deserto gigante. Ela pertence aos índios americanos, por isso o jogo é permitido. A estrutura local, hotéis, transporte, água, luz, esgoto é impressionante! Tudo certinho!
Infelizmente, lembramos que o Brasil receberá uma copa do mundo e dá medo de imaginar como vai ser. Estamos a anos luz de ter um setor de turismo organizado.

2º DIA
No dia seguinte, fomos todos para a piscina. Aproveitei para conhecer todo mundo, faltava um tal de Clovito, esse cara merece uma matéria só pra ele! Se existe alguém de bom astral nesse mundo, é o Clovito. O resto era a turma de Santos, Rodrigo, Melissa, Vitor, Andressa, Felipe, Juliana, Eddy, Clarice, Rogério, Van, Carolyna, Wan, Adriana, Widmeyer e Fabiana.
Na primeira noite tivemos o casamento. As meninas deveriam estar prontas as 19:00h e a noiva resolveu que levaria o noivo no mesmo carro, porque será? Mas adivinhem quem se atrasou? O padrinho. Ele entrou comigo no carro, junto com os meninos, e saímos 15 minutos depois. Aqui começa a história mais ridícula dessa viagem, porque o motorista da limusine nos levou para uma igreja em West Side, a nossa igreja era em North Side. Depois fomos para North, numa igreja errada, mas que tinha o mesmo nome. Entramos todos no carro novamente e ele nos levou, para a quase certa! Entramos, mas não era a nossa igreja o número estava errado. Finalmente achamos a igreja, mas o padre não queria mais fazer o casamento, e depois de muita conversa e uma noiva à beira de um ataque de nervos, outro padre fez a cerimônia.
No Brasil, ninguém entendia nada, pois os amigos estavam esperando a transmissão ao vivo pela internet, no final das contas deu tudo certo, foi tudo muito divertido e feliz.

3º DIA
Vegas nos mostrou porque é o lugar mais incrível do mundo!
Meu amigo Faro reservou um camarote em um hotel chamado WIN que pertence a um grupo de chineses. Lá tudo é diferente, balada, piscina, enfim tudo. Veio uma garçonete nos atender, nem sei o quanto pedimos de bebida, só sei que nesse dia descobri que nasci para beber. Experimentei a bebida do filme “Hang Over”, “Jagermeister” e posso garantir que o efeito causado por ela é aquele do filme mesmo, sem exageros.
No dia seguinte o combinado era uma Pool Party no “MGM Gran”, acordamos atrasados.
Pegamos um trem que liga o nosso hotel ao hotel que fica na frente do MGM. Lembro bem que o Vitor nos esperava na entrada da festa e o preço era alto demais, além de a festa acabar em duas horas e meia. Resolvemos fazer nossa própria festa, na piscina ao lado, foi quando acabou o último copo de “Jagermeister”, daí em diante só sei o que vi em fotos...
Muito perto de Vegas encontra-se aquela famosa represa que apareceu em vários filmes, Superman 1, Soldado Universa 1, etc. O lugar é bem bonito, vale a pena ir conferir, chama-se “Hoover Daw”. Outro passeio obrigatório é ir ao Grand Canyon de helicóptero, aconselho reservar para Vegas algo em torno de 4 a 5 dias. Fechamos nossa estada em Vegas com um jantar no Stratosphere, ponto mais alto da cidade. A vista é cinematográfica e na cobertura da torre tem três brinquedos, um mais maluco que o outro, os brinquedos saem do prédio, ficam literalmente pendurados.
Essa viagem segue para Los Angeles e San Diego, mas isso fica para próxima.

Comentários

2010-2013 Revista NINE - Todos os direitos reservados.

contato@revistanine.com.br
desenvolvido por Natus Tecnologia